Buscar
  • beesoflove

Distribuição de mais mil cestas básicas na Rocinha é destaque na imprensa

G1, CNN e outros veículos noticiaram campanha contra a fome do Bees of Love


A distribuição de mais mil cestas básicas pelo Instituto Bees of Love a famílias da Rocinha no último sábado (14) recebeu grande destaque na imprensa. O site G1, a rede de TV CNN, a rádio BandNews FM, entre outros veículos, noticiaram mais essa ação da entidade, que, assim, concluiu sua campanha contra a fome na comunidade, iniciada em maio. Foram 5 mil cestas no total.

Na sexta-feira (13) o portal G1, da TV Globo, anunciou a entrega, ocorrida no sábado. O texto ressaltou a participação de lideranças locais no mapeamento das áreas mais vulneráveis da Rocinha e relembrou que os voluntários observam as regras de segurança da pandemia da Covid-19 na hora da distribuição dos alimentos.


A CNN, no sábado (14), trouxe uma fala da fundadora e presidente do Bees of Love, Georgia Buffara, sobre a importância de se levar comida para aqueles que passam por insegurança alimentar no contexto da pandemia.




“Para nós, é uma alegria imensa conseguir concluir essa campanha contra a fome na Rocinha. Com esta, são cinco entregas de alimentos em apenas três meses, e cerca de 5 mil pessoas beneficiadas diretamente, com comida na mesa: arroz, feijão, macarrão. É gente que não iria almoçar e jantar, e agora vai. Isso é um grande feito, só possível com a dedicação dos nossos voluntários e a solidariedade dos doadores”, disse Georgia.


A BandNews FM Rio anunciou em suas redes sociais na sexta (13) o início da ação, que foi na quadra da escola de samba Acadêmicos da Rocinha. A rádio Roquette Pinto contou o histórico de ações sociais Bees of Love.


O Jornal O Dia, além de ressaltar a importância da ação para a população local, também trouxe fotos de ações passadas realizadas na Rocinha.


O Diário do Rio destacou que as famílias são pré-cadastradas e recebem as cestas de maneira escalonada, de modo a não haver aglomerações. O veículo ainda destacou que o número de cestas doadas chegou a cinco mil em apenas três meses.


O Correio da manhã trouxe informações sobre o conteúdo das cestas (1kg de arroz, 1kg de feijão, 1kg de açúcar, 500g de macarrão e 500g de farinha, entre outros itens), além de informar o número de colaboradores do Instituto, que somam em torno de 200 pessoas.


O Jornal da Barra também publicou um texto na sexta (13), falando da intensificação das ações do Bees durante a pandemia, como a distribuição de 30 mil quentinhas a pessoas em situação de rua, no centro e na zona sul, além de cobertores e kits de higiene.

13 visualizações0 comentário